Recrutamento e Seleção (3)

A importância do recrutamento no sucesso do varejo

Você sabia que o sucesso da equipe e do varejo começa lá no recrutamento? Engana-se quem pensa que o sucesso está só nas vendas, na conversão e no final do processo. A estratégia deve começar bem antes, na base, e está, sim, relacionada com os vendedores, ou melhor, com os futuros vendedores. É lá, no recrutamento, que você vai conseguir um talento ou um colaborador com grande potencial para te ajudar a alavancar suas vendas.

Apesar da grande importância do recrutamento para o setor, ele não costuma ter a devida atenção que merece. Ainda que o varejo não necessite de tantos atributos técnicos, é importante contratar alguém que tenha o perfil do seu negócio e visão de futuro, além de entender um pouco sobre como o setor funciona. Estas são dicas válidas para qualquer área e o varejo não pode ser exceção.

Como assim o recrutamento também é parte do sucesso? Como encontro um talento no momento da entrevista? Uma das primeiras e grandes vantagens dessa técnica é evitar a perda de receita por vários motivos, como, por exemplo, alto índice de turnover. Já falamos aqui no blog sobre como evitar a alta rotatividade e, uma das dicas é, justamente, se atentar na hora da contratação do profissional.

Vamos, então, dar dicas baseadas na estratégia de grandes varejistas, como Walmart e Macy’s, e de profissionais de recursos e humanos, para mostrar como o recrutamento – base da gestão de pessoas – pode colaborar como resultado final e com o sucesso do negócio!

DESCUBRA 5 DICAS PARA AUMENTAR A
PRODUTIVIDADE DA SUA EQUIPE DE VENDAS!

ebook_capital_humano1

cta_baixe_ebook_gratis_verde

 

Recrutando

  1. Seja específico sobre a vaga e o perfil de funcionário que está procurando

Apesar do varejo não ser um setor que exige um enorme currículo, com muitas formações técnicas, contratar alguém que já conheça o setor ou que seja um potencial talento é uma vantagem. Quanto mais específico, mais candidatos certos você atrai. Além disso, é importante avaliar, ainda, a motivação e o empenho de cada um, pois, algumas vezes, um grande profissional pode agregar menos do que um novato que busca aprendizado e crescimento.

  1. Conheça a fundo o candidato, mesmo antes de outras etapas

Isto vale para qualquer recrutador e de qualquer setor econômico. Seu candidato pode ter um currículo exemplar, parecer perfeito, mas, você conhece os hábitos dessa pessoa? Sabe se ele compartilha dos mesmos valores da empresa? Ou mesmo como ele se comporta no ambiente corporativo?

Vá atrás de referências, avalie se as habilidades são verdadeiras e seja cauteloso para que não haja decepção depois.

  1. Faça da sua empresa um local desejado para se trabalhar

Se sua empresa tem uma boa imagem, será desejada por muitas pessoas, e isso não é diferente no varejo. É importante valorizar os vendedores, dar oportunidades de crescimento, benefícios, treinamentos e muito mais. Tudo isso faz parte da cultura da empresa e atrai grandes talentos, ou seja, pessoas bem capacitadas e que querem estar ali para alcançar o sucesso em conjunto.

 

Retendo os talentos contratados

Não pense que depois do recrutamento, o trabalho de gestão termina. Após encontrar seu potencial talento, é importante mantê-lo! Claro que uma boa seleção já faz com que o colaborador se identifique com a empresa e permaneça, mas, é importante ir além!

No começo do ano, grandes varejistas se reuniram no Retail’s Big Show, em Nova York, e elencaram os melhores métodos para reter talentos no varejo! Veja alguns deles aqui!

  1. Treine! Treine muito, invista no talento!

Capacitar o colaborador é sinal de que você o valoriza e quer que ele também tenha sucesso. Há diversos tipos de treinamento, e já falamos sobre alguns aqui no blog, principalmente sobre o mobile learning, que é uma tendência para o varejo. A chamada geração Y, por exemplo, precisa constantemente de aprendizado. Isso os motiva.

  1. Foque nas novas tecnologias para ajudar os vendedores

Aderir a novas tecnologias é empolgante e faz com que seus colaboradores busquem novos aprendizados e desenvolvam novos métodos para colaborar com o sucesso do negócio. Dê os equipamentos necessários, agregados ao conhecimento! Conheça aqui algumas novas tecnologias que estão ajudando o varejo a inovar cada vez mais!

  1. Mesmo com tecnologia, valorize o básico!

Vendedores tradicionais devem ter seu lugar no negócio. São eles que detém o maior conhecimento sobre como funciona aquele nicho e sobre como negociar com fornecedores. Eles entendem como funciona o estoque e já conhecem os clientes. São conhecimentos que nenhuma tecnologia saberá usar melhor.

 

DESCUBRA 5 DICAS PARA AUMENTAR A
PRODUTIVIDADE DA SUA EQUIPE DE VENDAS!

ebook_capital_humano1

cta_baixe_ebook_gratis_verde

Resultados

Depois de aplicar todos esses métodos, qual será o resultado final? A melhora no desempenho da equipe será nítida. Além disso, é importante olhar ao redor e perceber que a boa seleção e a retenção dos talentos ajuda muito mais do que o varejista pode imaginar.

Desenvolvimento da equipe: Após a seleção correta de candidatos, você terá uma equipe pronta para ajudar o negócio a decolar. Quando bem selecionados e orientados, os vendedores podem trabalhar melhor juntos, trocando conhecimento e se apoiando para crescer individualmente e como equipe e empresa.

Redução de custos: Um processo de recrutamento malfeito causa perdas significativas a curto e a longo prazo.

A curto prazo podemos pensar no custo do próprio processo e as despesas com o desligamento de um vendedor que não teve uma boa performance. Entram aqui desde treinamentos até custos burocráticos.

A longo prazo, temos a perda de receita, pois, mesmo que os outros vendedores tentem, não conseguem vender o que o outro vendia e, até a contratação de um novo funcionário, essa receita fica perdida. Isso também influencia no clima do ambiente de trabalho de forma bastante negativa.

Novos talentos: Com o tempo, e com uma boa equipe, o varejista também pode fazer um recrutamento interno. Isso valoriza os colaboradores, evita a perda de talentos para outras empresas, ajuda no desenvolvimento do negócio, pois o funcionário já conhece os processos, e motiva as pessoas a sempre vestirem a camisa da empresa.

Com todas as dicas, é hora de colocar o trabalho em prática e mudar a cultura do seu varejo. O bom recrutamento traz benefícios tanto para o varejista, quanto para os colaboradores, por isso, deve ser mais valorizado e feito com cuidado como qualquer outro processo. Ainda assim, é necessário manter os talentos. Desta forma, você cria um ciclo de sucesso.