,

Qual o maior desafio na retenção de talentos ?

Manter profissionais qualificados no quadro de funcionários vem sendo uma preocupação constante para a maioria das empresas, independentemente de sua área ou ramo de atuação. A retenção de talentos está entre as prioridades dos executivos brasileiros e deve ocupar o topo da lista nos próximos três anos. É por esse motivo que investir na retenção de talentos é algo que deve estar entre as prioridades da sua empresa, pois só assim é possível alcançar o sucesso pleno da organização.

Uma pesquisa realizada pela consultoria Deloitte no final do ano passado sobre a visão dos empresários mostrou que 54% dos executivos apontaram esse como o principal desafio de 2012, seguido pela atração de mão de obra qualificada. Tal levantamento reitera a importância em adotar técnicas para evitar a alta rotatividade na empresa.

Diante desses desafios, os executivos devem manter o foco em planejamentos mais eficientes, no estabelecimento de novas parcerias e nos investimentos em inovação. Essas atitudes vão auxiliar na retenção de talentos, despertando o interesse desses profissionais em integrarem processos inovadores e modernos.

A pesquisa, que ouviu CEOs e superintendentes de 456 empresas em todo o Brasil, aponta ainda que, como a disputa por bons profissionais é grande, 66% das empresas entrevistadas pretendem criar um programa intensivo de investimentos de treinamentos. Essa deve ser uma das formas de, além de capacitar, incentivar os principais talentos da organização a permanecerem na empresa.

Mas será que treinamento e inovação serão suficientes para manter esses profissionais? Talvez as empresas precisem, além de investirem nesses itens, olhar um pouco mais para o ambiente organizacional como um todo. O livro Finding Keepers (Steve Pogorzelski e Jesse Harriott) oferece uma lista com sete passos para retenção de talentos.

Reconheça talentos e desenvolva funcionários
a partir da Matriz de Talentos!

Gestão de Talentos

cta_baixe_ebook_gratis_azul

Nós listaremos e explicaremos cada um deles detalhadamente, a seguir. Continue a leitura e confira.

1. Crie uma cultura de retenção de talentos

Nas organizações modernas, os gerentes ou supervisores de clientes devem estar altamente qualificados para garantir a retenção de talentos. Deve ser de responsabilidade desse profissional desenvolver ações como a criação de metas e bônus, premiando os profissionais que mais se destacarem em um determinado período, por exemplo.

No entanto, é necessário ter alguns cuidados básicos ao definir tais metas, pois elas precisam ser tangíveis. Criar metas muito difíceis pode acabar gerando um efeito contrário nos colaboradores, uma vez que, percebendo que não alcançaram tais objetivos, eles não irão se esforçar — podendo até mesmo deixar a empresa.

2. Ofereça um ambiente de trabalho amigável

É essencial que as empresas ofereçam, aos seus funcionários, um ambiente adequado, prezando sempre pelo seu bem-estar durante o expediente de trabalho. O local de trabalho deve garantir sempre todas as condições que o profissional necessita para exercer suas atividades. Isso conta desde a limpeza do local, até as ferramentas mais adequadas para o desempenho de atividades.

Além disso, estudos de apontam a importância de que as empresas tenham um local para descanso ou entretenimento — para que o colaborador possa relaxar ou extravasar após uma situação de tensão, por exemplo. Esse espaço pode ser uma biblioteca compartilhada, uma sala de jogos, etc.

3. Crie um plano sucessório efetivo

Um dos principais motivos que leva um colaborador a deixar uma empresa é o fato de não ter perspectivas de crescimento profissional. É por isso que investir em um planejamento sucessório efetivo é tão importante para a retenção de talentos.

Sugere-se que os profissionais de recursos humanos e psicologia façam entrevistas com todos os colaboradores, com o objetivo de conhecer as potencialidades e desejos de cada um deles. Diante disso, a equipe será capaz de desenvolver um plano de carreira com foco em produtividade e competitividade positiva.

4. Promova o engajamento entre os funcionários

Nos dias de hoje, é possível auferir o nível de engajamento dos funcionários — e os líderes de setor são totalmente responsáveis por acompanhar essa demanda. Por meio de softwares, é possível que o supervisor de uma determinada área da empresa crie relatórios de acordo com o desempenho de seus liderados.

Tais indicadores possibilitarão que a empresa conheça melhor cada colaborador, reconhecendo, assim, aqueles que estão mais engajados e que merecem um maior investimento. Esse é o caso de pensar em promover os melhores, assim que surgirem as oportunidades.

5. Retenha os profissionais com alto potencial

É claro que, mesmo desenvolvendo um programa de retenção de talentos na empresa, você ainda estará sujeito a funcionários sem engajamento ou que apresentem resultados satisfatórios. É por isso que os esforços de retenção devem ser uma prioridade para os profissionais mais talentosos e com alto potencial.

Fazer com que os grandes profissionais da sua empresa trabalhem com um proposto, é bom não só pelo fato de contar com os serviços dessas pessoas, mas também evita que eles migrem para a concorrência.

6. Crie uma “Experiência de Empregador”

A hierarquia organizacional, hoje em dia, deve ser vista de forma horizontal — e não mais vertical. A figura do líder ou do empregador não deve ser vista como a de um “patrão”, ao qual todos devem obedecer, mas, na verdade, de alguém que está em um mesmo patamar do restante da equipe.

Ao adotar esse relacionamento com seus colaboradores, o empregador poderá satisfazer as necessidades de seu pessoal em múltiplos níveis, pois terá maior conhecimento do que cada um almeja.

Reconheça talentos e desenvolva funcionários
a partir da Matriz de Talentos!

Gestão de Talentos

cta_baixe_ebook_gratis_azul

7. Recompense a mobilidade interna

Os sistemas de gestão surgiram para facilitar a vida dos empresários e de seus colaboradores. Esse tipo de programa facilita, bastante, em um processo de transparência de setores e departamentos. Dessa forma, todos podem ter acesso às informações de uso comum. Essa mobilidade interna também pode ser um fator importante para reter talentos.

Podemos concluir que qualificar e reter talentos já deixou de ser um diferencial e tornou-se uma característica fundamental para qualquer empresa que deseja sobreviver à concorrência do mercado atual.

E então, leitor? Você já adota uma política de retenção de talentos em sua empresa? Se gostou do artigo, não se esqueça de compartilhá-lo em suas redes sociais para se tornar referência no assunto!

,

Como identificar talentos na empresa?

A identificação de talentos é a chave de sucesso de muitas empresas. Confira no artigo como encontrar as pessoas certas!

Uma empresa é formada pelo engajamento e motivação dos seus funcionários. Não é por acaso que os gestores têm priorizado tais características na hora de identificar talentos na empresa para, assim, reter profissionais junto à organização.

Encontrar talentos na empresa traz vantagens em vários âmbitos. Isso inclui, por exemplo, ganhos financeiros, já que a produtividade cresce em ritmo acelerado e também aumenta a capacidade inovativa, já que os colaboradores se sentem motivados a darem o seu melhor, pois estão sendo valorizados.

Bom, mas como identificar talentos na empresa? É o que você descobrirá no nosso artigo de hoje. Continue a leitura e saiba mais!

Observe os diferenciais

O primeiro passo da identificação deve partir de um estudo. É importante que tanto os gestores quanto o departamento pessoal esteja atento aos funcionários. Isso inclui observar comportamentos diante de desafios e capacidade de adaptação.

Geralmente, os talentos se destacam pelo engajamento, proatividade e liderança. Ou seja, eles sabem conduzir o projeto, motivam os demais membros do time e são incansáveis ao bater uma meta.

Reconheça talentos e desenvolva funcionários
a partir da Matriz de Talentos!

Gestão de Talentos

cta_baixe_ebook_gratis_azul

Analise a atuação individualmente

Acompanhar o trabalho para reconhecer talentos exige um olhar apurado. Isso porque muitos se perdem pelo êxito do grupo. Logo, é fundamental manter um contato mais próximo com o time para saber quem se destaca dos demais.

A dica aqui é fazer um documento de avaliação individual e ir marcando os pontos de destaque de cada candidato. Isso pode ser feito com a ajuda de coordenadores de área.

Invista em atividades desafiadoras

Sabe quando as empresas lançam programas de trainee e uma das etapas envolve dinâmicas de grupo, com cases que precisam ser resolvidos? As atividades desafiadoras funcionarão mais ou menos no mesmo formato.

Para isso, questione os diretores, gestores e colaboradores sobre quais as necessidades mais latentes da organização. A partir disso, desafie os profissionais a baterem metas. Essa ação o ajudará a identificar os melhores talentos na empresa, aqueles que realmente colocam a mão na massa (e são criativos em suas soluções) e estão dispostos a fazer com que o objetivo seja concluído com sucesso.

Promova os melhores profissionais

Muitas vezes o que falta para um profissional se destacar é a valorização do trabalho desenvolvido por ele. Por essa razão, não negligencie o desempenho de um membro que tem se esforçado e já se mostrou apto para ocupar cargos mais altos.

Mesmo que ele ainda precise de uma formação gerencial específica, não deixe a promoção passar. É possível contemplá-lo com bolsas de estudos de MBA e treinamentos de qualificação, por exemplo. Além de motivá-lo, isso o ajudará a adquirir cada vez mais conhecimento especializado para aplicar na organização, deixando aflorar o talento.

Reconheça talentos e desenvolva funcionários
a partir da Matriz de Talentos!

Gestão de Talentos

cta_baixe_ebook_gratis_azul

Foque no capital humano da empresa

Não adianta querer identificar talentos se a sua empresa não se preocupa com os colaboradores. É preciso estar atento às necessidades dos seus funcionários, valorizá-los e buscar sempre criar um ambiente que favoreça as boas ideias e seja amigável.

Para isso reserve um tempo para analisar as políticas, valores e missão passados. Ofereça incentivos como bônus, benefícios sociais e um ambiente integrador. Assim, será possível reconhecer com mais facilidade aqueles que se destacam.

A empresa que se preocupa com a competitividade do mercado e quer se destacar precisa usar estratégias eficazes para identificar talentos na empresa. Esperamos que após ter lido as nossas dicas, você esteja mais preparado para essa tarefa. Para receber mais informações sobre esse e outros assuntos, não deixe de nos seguir nas redes sociais, estamos no Facebook e LinkedIn!

, , ,

Aprenda de vez como atrair e criar um talento para o varejo

Um talento é alguém que consegue ir além do que é proposto para ele, é um funcionário que busca novas soluções, que traz resultados e que também se dedica à empresa de forma exemplar, mas como encontrar esse tipo de funcionário ou como desenvolver esse espírito nos seus colaboradores?

Uma das grandes dificuldades do varejo é que este setor costuma ter uma rotatividade um pouco alta, em alguns lugares como lojas de shopping, o turnover pode chegar num índice de até 100% e um dos motivos é a mão de obra pouco qualificada, um problema que gera um enorme prejuízo para os lojistas.

Alguns desses fatores mostram porque os varejistas estão sempre em busca de talentos, mas para encontra-los e preciso mais do que uma promessa de bom salario e vamos te mostrar como atraí-los e também, como desenvolvê-los, já que um potencial talento, pode estar ali mesmo na loja.

Por que um talento trabalharia para você?

Essa é uma questão muito importante que deve ser pensada pelos varejistas. E o salario hoje em dia já não é um fator determinante para atrair talentos. A pesquisa realizada pelo GPTW No Varejo, divulgada no mês passado, mostrou que a remuneração é o 4º fator responsável pela permanência de talentos em grandes varejistas brasileiras. Em 1º lugar ficou a oportunidade de crescimento (48%), em 2º a qualidade de vida (25%) e 3º alinhamento de valores.

A pesquisa mostra que a gestão de pessoas é importante mesmo no varejo, que ainda não está acostumado a se preocupar com isso. É a boa gestão de pessoas que vai organizar a loja e atrair novos talentos que queiram ser mais do que apenas um vendedor, gerente, auxiliar de caixa.

Gestores devem sempre se perguntar “o que faria alguém querer trabalhar na minha loja?” e assim podem começar a enxergar onde estão os pontos a melhorar. As vezes é preciso pensar num plano de carreira para os colaboradores, oferecer mais treinamentos e incentivo aos estudos, melhorar a relação do líder com os liderados para manter um ambiente agradável, saber reconhecer o trabalho bem feito e bonificar pelas conquistas, tudo isso mostra que a empresa dá valor ao colaborador e são fatores que ajudam a manter talentos caminhando junto do negócio.

DESCUBRA ESTRATÉGIAS PARA MAPEAR
OS  TALENTOS DA SUA EMPRESA!

ebook_GestaaodeTalentos-1024x951_certocta_baixe_ebook_gratis_verde

Acompanhando a performance

Hoje em dia as tecnologias já permitem acompanhar a performance dos colaboradores em tempo real, aplicativos como o Casting exibem como está o desempenho de cada um dos vendedores em cada uma das lojas, além de permitir que os gestores disponibilizem treinamentos na plataforma para serem feitos direto no celular e direcionado para a necessidade de cada um.

Todo gestor deve acompanhar seus colaboradores, manter-se informado do que está acontecendo, porque assim quando um problema surgir será mais rápido resolvê-lo, da mesma forma que um trabalho bem feito pode ter um feedback mais rápido e ajudar na motivação.

Grandes talentos precisam de grandes líderes, e os líderes para saber liderar precisam de dados, de informações sobre como está o desempenho da equipe, é com base em dados que se cobra resultados, que se bonifica justamente quem atingiu alguma conquista e assim cria-se um ambiente em que a equipe se une e trabalha em prol do bem de todo negócio, não é mais cada um por si. Um talento não quer carregar os resultados todo sozinho, quer uma equipe para compartilhar.

Além disso, muito depende do bom recrutamento, que apesar de precisar ser rápido, deve ser eficaz para encontrar um talento. Se você quiser aprender a fazer um bom recrutamento no varejo veja as dicas que separamos nesse post aqui no blog.

Onde estão seus talentos

Um dos grandes medos das empresas é treinar e desenvolver um talento e ele ir embora, mas para evitar essa saída já te demos algumas dicas acima e se você quiser se aprofundar, veja aqui os maiores erros da atração e retenção de talentos.

Muitas vezes temos potenciais talentos na empresa e não conseguimos enxerga-los. Uma pesquisa feita pela revista VOCÊ RH este ano revelou um dado interessante, as empresas estão investindo em recrutamento interno. O estudo mostrou como as organizações normalmente identificam os talentos e 77% delas respondeu que os encontram em discussões internas de revisão de talentos. Em seguida vem a indicação feita pelos líderes (66%), avaliação desenvolvida internamente (45%) e avaliação desenvolvida externamente (21%).

Recrutar internamente tem diversas vantagens e vamos mostrá-las, além de ensinar como identificar um talento e lapidá-lo para que se torne o melhor funcionário do seu negócio.

Identificando talentos internos

Um talento tem características específicas e o estudo Barômetro da Inovação, realizado pela GE com executivos de 23 países, apontou que a principal característica de um talento, segundo 56% dos executivos, é a capacidade de resolver problemas. Em seguida, vêm criatividade (54%), capacidade analítica (44%) e habilidade interpessoal (43%).

Um forma de identificar essas características é perguntando para seu gerente sobre o desempenho de cada um dos vendedores, mas sabemos que ele tem muitas outras tarefas e podem não ser justo ao detalhar sobre as habilidades de cada um. Outra alternativa é usar uma Matriz de Talentos, conhecida também como 9 box.

É uma técnica bem conhecida da área de RH e que, com adaptações, pode funcionar para diversos tipos de negócio. Um exemplo é o case que a SER desenvolveu com a PwC Brasil, uma das maiores consultorias do mundo, com uma matriz de 12 quadrantes. Para ver o case baixe o eBook gratuitamente e aprenda passo a passo.

DESCUBRA ESTRATÉGIAS PARA MAPEAR
OS  TALENTOS DA SUA EMPRESA!

ebook_GestaaodeTalentos-1024x951_certocta_baixe_ebook_gratis_verde

Na matriz, os gestores poderão através de avaliações de desempenho, avaliar os colaboradores dentro dos quadrantes, como ruim, médio ou bom.

A matriz contém duas linhas, vertical e horizontal e cada uma delas devem conter informações sobre potencial e desempenho. O desempenho trata da qualidade das entregas do profissional, pontualidade e volume de tarefas que o funcionário consegue realizar. Já o potencial é avaliado pelos gestores.

Criando e treinando talentos

É importante treinar seus colaboradores, ainda que você não veja nele um grande potencial para ser um talento. O treinamento o manterá preparado para diversas situações e o tornará cada vez mais independente para ser criativo e inovador na hora de montar uma estratégia de venda.

Algumas características que devem ser desenvolvidas: liderança, gestão de crise, tratamento com o cliente, boas maneiras, habilidades para lidar com os produtos, pro atividade, criatividade entre outras. Por isso é importante montar um ciclo de treinamento para os vendedores. Você pode aprender como montar um ciclo de treinamento aqui neste outro post.

Bons talentos surgem depois de muito tempo de experiência e com muita ajuda de seus líderes, por isso desenvolva atividades que o líder possa também ensinar habilidades que vão além da tarefa dos vendedores, pense em novas maneiras de desenvolver habilidades que você busca em um talento e acima de tudo, veja qual o potencial de cada, porque muitas vezes um colaborador de uma área pode se sair melhor em outra e não muda-lo, limita sua capacidade de desenvolvimento.

Para saber mais, assine nossa newsletter e receba toda semana dicas para te ajudar na gestão do seu negócio. Conheça mais sobre a SER em http://www.sertms.com/