Como a gestão de desempenho diminui o turnover das empresas?

2022-10-06T11:01:10-03:009 abril, 2018|Gestão de Desempenho, Talent Management|

A sua empresa não consegue reter talentos por muito tempo? Veja como resolver o alto índice de turnover por meio de uma gestão de desempenho motivadora e eficiente!

Certamente, a retenção de talentos é um dos maiores desafios da gestão de pessoas. Afinal, consolidar uma equipe de profissionais de alta performance é o diferencial que toda empresa busca.

Dessa forma, controlar os índices de turnover é um dos processos mais críticos do setor de recursos humanos.  “Turnover” é um termo utilizado para definir o movimento de entrada e saída de funcionários em uma empresa. É também chamado de rotatividade de pessoal, e indica a quantidade de pessoas que são admitidas e desligadas de uma organização.

A rotatividade é extremamente comum a todas as empresas. É normal que as pessoas entrem e saiam, e isso sinaliza também uma transformação da organização. O elevado índice de turnover, entretanto, pode indicar um problema que deve ser enfrentado.

Vale lembrar que existem diversas causas para a alta taxa de rotatividade. Dentre elas podemos destacar a falta de uma política de benefícios, a ausência de plano de carreira, o ambiente de trabalho desfavorável e a falta de motivação do profissional.

Sendo assim, não existe apenas uma ação a ser desenvolvida pelo RH, no controle dos índices de turnover. Pelo contrário, é preciso que esse setor atue em diversas frentes, para fidelizar o cliente interno e promover um ambiente de satisfação.

Quer saber mais sobre como o turnover pode ser prejudicial para a organização e como a gestão de desempenho pode ajudar na diminuição dele? Acompanhe este artigo!

Quais as consequências do turnover para as organizações?

A alta taxa de turnover pode resultar em diversos prejuízos para a empresa, como diminuição da produtividade, perda de lucro e redução da motivação dos funcionários. Além disso, observa-se que o seu impacto no comprometimento dos colaboradores traz aumento do absenteísmo e da improdutividade, produzindo grandes problemas para a organização.

O turnover gera também grandes gastos, pois torna necessário o investimento de tempo e recursos financeiros para realizar desligamentos, seleções, admissões e treinamentos de novos funcionários.

Cabe ressaltar, ainda, que os seus efeitos vão muito além dos gastos financeiros, uma vez que também sobrecarrega os profissionais, aumenta acidentes e doenças ocupacionais e afeta a conexão com os clientes.

Ou seja, o impacto do desligamento de um profissional altamente performático, afeta de maneira profunda, o resultado de toda a equipe.

Consequentemente, afeta o resultado da organização. Além de impactar a marca empregadora e diminuir o nível de confiança dos clientes internos e dos stakeholders.

Sem dúvida, é possível perceber que, as consequências do turnover vão além da simples troca de equipe. Os impactos afetam inclusive, os resultados de crescimento e sustentabilidade do negócio. Daí a preocupação do setor de recursos humanos no desenvolvimento de ações voltadas para a retenção de talentos.

ebook gestão de desempenho

Qual a importância da gestão de rotatividade?

Conforme já foi mencionado, as consequências a elevação dos índices de turnover, são altamente prejudiciais para a empresa. Desse modo, fazer a gestão da rotatividade é essencial para evitar esses danos e preservar a imagem da organização.

Certamente, um cenário competitivo e exigente, torna fundamental que as empresas retenham talentos. Sobretudo, que elas evitem que a perda de bons funcionários e acabe potencializando os seus concorrentes.

Vale lembrar que a retenção de talentos está ligada à motivação, satisfação e confiança dos colaboradores.

Portanto, é essencial analisar os motivos da alta rotatividade em sua empresa e utilizar ações estratégicas para modificar essa situação. Uma possibilidade é investir em sistemas de gestão de desempenho em sua empresa.

Esse olhar para o alto índice de turnover como efeito, e não como causa de problemas internos, pode ser o que falta para as empresas que querem alcançar o equilíbrio, na rotatividade de seus colaboradores.

Portanto, podemos afirmar que, a gestão da rotatividade é capaz de promover um clima de valorização e reconhecimento profissional, que afetará diretamente o desejo de seus colaboradores permanecerem a organização.

Certamente, essa é a solução para o controle dos índices de turnover.

Como a gestão de desempenho ajuda no controle do turnover?

Diante dessa problemática, envolvida com a baixa retenção de talentos, é preciso buscar recursos e ferramentas que atuem direto nas causas, como no caso da gestão de desempenho.

gestão de desempenho consiste em um método de avaliação utilizado continuamente nas organizações. Esse sistema ajuda a melhorar a comunicação, obter sucesso com metas de desenvolvimento profissional e pessoal, além de auxiliar no engajamento dos funcionários.

A utilização de um sistema de gestão de desempenho é uma maneira eficaz para diminuir as taxas de turnover. Isso ocorre porque esse método oferece mais segurança aos empregados do que os métodos tradicionais de avaliação de desempenho.

Logo, se sua empresa ainda não realiza a gestão de desempenho, como forma de valorização e reconhecimento do trabalho da equipe, certamente tem lidado com a rotatividade alta de talentos.

Como olhar para o desempenho do colaborador pode dar sentido ao seu trabalho?

Vale lembrar que a diminuição da rotatividade está relacionada também com sentimentos de eficácia e de segurança.

Certamente, esses sentimentos são resultado da percepção do indivíduo de que o seu trabalho tem um sentido maior. Além disso, é preciso existir a percepção de que ele também está caminhando para algum tipo de evolução, tanto no âmbito individual quanto coletivo.

O sistema de gestão de desempenho possibilita acompanhar o progresso das metas definidas. Além disso, permite que funcionários e gestores trabalhem de forma colaborativa, favorecendo a comunicação e o aumento na produtividade.

Como é que a gestão de desempenho funciona na prática?

Parece lindo na teoria né? Mas será que a prática da gestão de desempenho oferece resultados promissores?

Em suma, nota-se uma mudança de visão para o desempenho de colaboradores ao longo dos anos. Primeiramente, preocupava-se mais com características individuais e quantitativas em relação ao trabalho.

Entretanto, o olhar mais atual, envolve uma percepção para a qualidade do desempenho, bem como o seu impacto no coletivo.

Em outras palavras, podemos dizer que há uma intenção diferente por trás do processo de avaliação que, em um primeiro momento, buscava fomentar a competitividade entre os colaboradores. No entanto, agora, consegue engajá-los em busca de uma recompensa naquele contexto em que ele está envolvido.

Recrutamento e seleção

Mas, e o turnover, qual o impacto da melhoria de desempenho nele?

Antes de mais nada, é preciso permitir certos questionamentos. Só para exemplificar, algumas perguntas precisam acontecer, como: por que essa mudança? Não seria melhor incentivar as pessoas a competirem entre si e assim ficarem cada vez melhores?

É possível responder a esses questionamentos com outra pergunta: melhores para quem?

Talvez, essa seja a grande questão relacionada ao turnover. Esse aspecto, que podemos chamar de “para quê?”, muda a abordagem em relação ao desempenho e facilita o incentivo para uma evolução aliada ao desejo de PERMANÊNCIA daquele colaborador na empresa.

Certamente, uma organização pode contratar talentos, desenvolvê-los, incentivar a qualificação e a melhora do desempenho.  Mas, mesmo assim, é possível que ela não consiga reter os seus colaboradores. Essa questão está relacionada a valores, cultura organizacional, clima e capacidade de trabalhar em grupo para atingir objetivos coletivos.

Isto é, avaliar os colaboradores por si só, não é uma estratégia de negócio. Essa avaliação se torna vantajosa para o colaborador e a empresa apenas quando os seus efeitos envolvem o crescimento da organização como um todo.

Como as empresas estão olhando para esse aspecto?

Existem diversas empresas que podem ser consideradas exemplos de organizações de sucesso que substituíram sistemas que medem o desempenho individual de colaboradores, apenas uma ou duas vezes ao ano, por sistemas modernos, que envolvem uma avaliação diária e constante.

Essa melhora constante envolve feedback imediato, utilização de indicadores de desempenho, foco na solução de problemas, entrevistas periódicas e automatização.

Embora pareça mais trabalhoso, o efeito é justamente o contrário. Um sistema de gestão de desempenho diário pode e deve ser automatizado, a fim de simplificar a rotina e garantir que nenhum dado seja perdido.

Assim, por meio de um sistema de gestão de desempenho que combine evolução de equipe e negócio, os funcionários sentem o apoio vindo de seus gestores e passam a ver a sua importância dentro da organização.

Lembre-se de que investir nesse método de gerenciamento de desempenho pode trazer diversos benefícios para a sua empresa.

Concluindo

A inovação tecnológica dentro das empresas tem aproximado as equipes, tornando as tarefas mais eficientes. Além disso, o investimento em novas tecnologias, favorece a inovação, motivação, e, principalmente, incentiva o desenvolvimento constante.

Portanto, fazer parte desse avanço e adotar os sistemas de gestão de desempenho das empresas de sucesso, é um diferencial competitivos para sua empresa.

Sendo assim, que tal começar hoje mesmo a desenvolver a gestão de desempenho de sua empresa e promover a retenção de talentos? É bem simples e você pode contar com a ajuda da tecnologia.

Não sabe por onde começar? Entre em contato com a SER e conheça nossa ferramenta de gestão estratégica de pessoas. Com a SER HCM é possível automatizar vários processos na gestão estratégica de pessoas, otimizando o seu RH.

Para saber mais, entre em contato conosco e solicite as informações de um especialista.

Gostou de ler toda essa informação? Assine a nossa newsletter gratuitamente e tenha sempre mais conteúdos com propostas desafiadoras como esta!

Aproveite para curtir e compartilhar esse artigo em suas redes sociais.

Compartilhar este Artigo

Deixar um comentário

Ir ao Topo