RH 4.0 – Os novos desafios da Gestão de Pessoas

2022-10-17T08:29:40-03:0026 novembro, 2018|Talent Management, Tecnologia para RH|

Manter a gestão de pessoas em constante evolução é uma estratégia que garante o desenvolvimento e a retenção de talentos. Nesse artigo, conheça melhor o RH 4.0 e entenda os motivos para sua empresa aderir já a essa evolução no RH.

A área de Recursos Humanos vive em constante evolução. Sobretudo porque o mundo está em constante evolução.  À medida que os avanços tecnológicos transformam a relação das pessoas com o mundo, as relações de trabalho e consumo também são transformadas.

Essas mudanças impactam a forma como as empresas veem seus colaboradores e como ela é vista por eles. Sendo assim, se as primeiras relações de trabalho eram pautadas em troca de trabalho por dinheiro, na medida que o mundo se tronou mais desenvolvido tecnologicamente, as relações de trabalho passaram a ter outro sentido.

Na atualidade, os profissionais buscam uma carreira que faça sentido e esteja alinhada a seus valores pessoais. Isso exige que o setor de recursos humanos, principal responsável pela gestão de pessoas da empresa, esteja em sintonia com as mudanças que acontecem nas relações de trabalho.

A nova geração dessa área está cheia de desafios. E para vencê-los é preciso evoluir para o RH 4.0. O contrário disso, é se submeter ao sério risco de extinção.

Mas, do que se trata esse RH 4.0? Qual sua importância para a sobrevivência da área de recursos humanos?

Essas são perguntas que queremos responder nesse artigo.

Quer entender melhor? Acompanhe com a gente.

O que vem antes do RH 4.0?

Certamente, ao se falar no RH 4.0, supõe-se que existiram antes deles, outras formas de evolução desse setor.

A verdade é que o setor de recursos humanos existe desde as primeiras relações de trabalho formalizadas. Ao longo dos anos, ele foi se transformando, para alcançar a necessidade das empresas e seus talentos.

RH 1.0

Podemos dizer que foi o seu início. O setor de recursos humanos surgiu para dar cumprimento as exigências legais das relações trabalhistas.

Sendo assim, a maioria das atividades, que hoje foram diluídas entre essa e outras áreas, como o Departamento Pessoal, representavam a principal demanda do profissional de Recursos Humanos.

RH 2.0

Na metade da primeira década do século XXI, começa a surgir uma nova possibilidade para a área de recursos humanos. Impulsionada pelo crescimento da tecnologia, a contratação, rescisão e cálculos trabalhistas deixaram de ser o único foco do profissional de RH.

Dessa forma, os profissionais da área, tiveram a oportunidade de focar em novas atividades como a atração e retenção de talentos e o desenvolvimento de business partners, o que trouxe inovações na gestão de pessoas nos negócios.

ebook gestão de pessoas

RH 3.0

Surgiu, então, posteriormente a essa consolidação do profissional de Recursos Humanos, junto à revolução tecnológica, o RH 3.0.

Na era digital, tornou-se fundamental ter um RH que utilize as ferramentas da tecnologia a favor da empresa, das pessoas e do próprio setor.

Entretanto, este modelo não deixa de levar em consideração os elementos do RH 1.0 e 2.0, pois ambos são indissociáveis de uma boa estratégia de gestão de pessoas de uma organização. Ao invés da substituição, o RH 3.0 propõe que estes sejam aprimorados, de maneira a se adequarem a um modelo automatizado e que gere resultados que traduzam o aumento da competitividade.

Em suma, o RH 3.0 propõe o estímulo a uma otimização dos processos, da lucratividade e da longevidade do negócio. Além das atividades já desenvolvidas pelo setor.

E do que se trata então o RH 4.0?

Se o RH 3.0 já unia a interação tecnológica, aliada aos processos de gestão de pessoas, fica a pergunta: o que mudou no RH 4.0?

E a gestão de pessoas já parecia completa para atender as necessidades da organização, as mudanças que ocorreram no mundo, permitiram que o setor se realinhasse a elas.

Dessa forma, o RH 4.0 pode ser entendido como o modelo de atuação dos Recursos Humanos que já está inserido na era digital e que usa tanto as ferramentas tecnológicas quanto a análise de dados e inteligência artificial a seu favor.

Sendo assim, neste modelo, é possível evidenciar a otimização dos diversos processos de recursos humanos que foi possibilitada com o advento e evolução da tecnologia, tais como: recrutamento e seleção, avaliação, treinamento e desenvolvimento dos profissionais.

Os principais focos do RH 4.0

Em suma, podemos afirmar que o RH 4.0 é tecnológico. Dessa forma, a utilização de plataformas tecnológicas, é a melhor alternativa de inserção nesse modelo de atuação do setor de recursos humanos.

Sendo assim, a adoção de um bom software de RH, é o primeiro passo, para a transformação digital desse setor. No entanto, não é qualquer software. A escolha da ferramenta ideal é primordial para alavancar os resultados do setor.

Aqui na SER, estamos preparados para atender a essa necessidade, através da SER HCM. Com ela, é possível promover a otimização dos processos de RH, a partir da interação tecnológica com foco nos principais conceitos do RH 4.0.

People Analytics

No RH 4.0, a utilização da estrutura, análise e acompanhamento de dados torna-se uma grande ferramenta de gestão de pessoas.  Dessa forma, a utilização do People Analytics na gestão de pessoas, permite uma análise de dados assertiva e preditiva, inclusive.

Essas análises podem começar a ocorrer antes mesmo da contratação, ao traçar perfis de profissionais que poderão ocupar determinadas vagas. Além disso, é possível a utilização dessa análise como apoio na tomada de decisão relativa às movimentações estratégicas ou desenvolvimento de talentos com base nos resultados gerados por avaliações de desempenho.

Gestão de dados e Big Data

A utilização de dados encadeados/estruturados ou não, para a análise de possíveis melhorias dentro dos processos de Recursos Humanos dentro da organização, torna-se uma possibilidade aliada a este novo modelo de atuação.

O Big Data, apesar de parecer complexo, por se referir a um grande volume de dados, permite maior eficiência na tomada de decisões. O cruzamento e análise desses dados, permite que o setor de recursos humanos entenda onde deve atuar, para garantir a eficiência de seus processos.

Business Intelligence

A coleta de dados, organização e análise, ação e monitoramento de informações podem ser utilizadas dentro do RH 4.0.

O Business Intelligence, processo que engloba essas características é uma das grandes novidades do RH 4.0. Sua estruturação gera cruzamentos de dados precisos de maneira automática, com rápida absorção pelos profissionais. Com isso, facilita a tomada de decisão e o alinhamento de diretrizes estratégicas para a organização.

Por onde começar?

A implementação do RH 4.0 depende, primeiramente, da modernização dos recursos e das práticas, adequando-os à era digital. Daí a importância de contar com um software de RH que possibilite essa evolução.

Além disso, é crucial, para a implementação deste modelo, uma convergência entre o RH e os demais setores da organização. Essa convergência deve visar a junção dos conhecimentos do RH com a expertise de outras áreas de atuação.

Este novo perfil de RH deve buscar novas possibilidades na procura por profissionais para o negócio. No entanto, mais que atrair, é preciso focar na retenção desses talentos e no seu desenvolvimento.

A necessidade de que estes profissionais compreendam a era digital da qual fazem parte, é o principal motivo pelo qual o RH precisa estar preparado para ofertar gestão de desenvolvimento eficiente. Afinal, no RH 4.0, a tendência é de que cada vez mais, as empresas adotem modelos inovadores dentro de suas soluções e em seus processos.

Concluindo

Em suma, com uma nova possibilidade de execução de processos, também há abertura para novos modelos de gestão, mais dinâmicos e focados em resultados.

Com a evolução tecnológica proposta pelo RH 4.0, as avaliações podem ser realizadas de maneira mais flexíveis, com feedbacks contínuos, feitos de maneira remota, otimizando o tempo dos profissionais e de seus gestores.

Essa otimização de processos é uma das principais vantagens e características deste novo perfil de RH. Afinal, é através dela que existe a possibilidade de redução de custos, de erros e redução de trabalhos manuais.

Além disso, quanto mais automatizados forem os processos do seu RH, maior foco esses profissionais terão na gestão estratégica de pessoas. Claro, também com o auxílio da tecnologia.

Quer começar hoje mesmo a evolução do seu RH? Entre em contato conosco e converse com nossos especialistas. Nós temos a solução ideal para sua empresa, podendo inclusive customizá-la aos processos que seu RH já possui.

Gostou desse artigo e quer acompanhar de perto a evolução do setor de recursos humanos? Não deixe de assinar nossa newsletter. Toda semana tem conteúdos novos, em primeira mão pra você.

Aproveite para curtir e compartilhar esse texto em suas redes sociais e levar conhecimento para mais profissionais da área.

Compartilhar este Artigo

Ir ao Topo