Orçamento para treinamentos: você sabe como montar um?

2022-08-16T10:04:58-03:0015 agosto, 2022|Gestão de Pessoas, Tecnologia para RH|

Fazer um orçamento para treinamentos é bastante relevante para garantir a utilização correta e eficiente dos recursos financeiros da organização. Nesse artigo queremos te ajudar a entender a importância disso e o que é necessário para fazer um orçamento eficaz.

Treinar bem a sua equipe é uma forma de garantir que os processos de sua empresa se desenvolvam com excelência. Afinal, uma equipe que sabe o que, e como fazer, otimiza o tempo de entrega e diminui o retrabalho.

Inclusive, a capacitação de uma equipe é uma das melhores estratégias de crescimento para o negócio. E isso se deve ao fato de o treinamento não servir só para preparar sua equipe para o desenvolvimento de seus processos. Investir na capacitação dos colaboradores é ainda, uma excelente forma de promover uma cultura de valorização das pessoas.

E é nessa cultura de valorização que seus colaboradores se sentem pertencentes à organização, se tornam mais engajados e consequentemente, mais produtivos.

No entanto, quando se trata de treinamentos é preciso que o setor de recursos humanos entenda que não basta ter o investimento mais alto, e nem sempre será o menor investimento. Pelo contrário, para cada necessidade é preciso planejar o processo de treinamento considerando, inclusive, quanto deve ser investido.

No artigo de hoje queremos conversar com você a respeito de orçamento para treinamentos. Para isso vamos te falar da importância de planejar o orçamento para treinar sua equipe e vamos te contar alguns passos simples para fazer isso de maneira eficiente.

Quer aprender como montar um orçamento de treinamento eficaz? Acompanhe com a gente esse artigo e transforme a gestão de pessoas de sua empresa.

Começar de onde?

Primeiramente é preciso entender o que é um orçamento para treinamentos.

O orçamento para treinamentos é um levantamento que engloba todos os custos diretos e indiretos para a capacitação dos seus colaboradores.

Esse orçamento deve ser uma parte do orçamento anual da sua empresa. Desse valor destinado aos treinamentos, o setor de recursos humanos, responsável por gerenciar esse orçamento, deverá definir quanto será destinado a cada treinamento.

Sendo assim, o orçamento de cada treinamento deve incluir desde os materiais específicos daquele treinamento ao local, profissionais envolvidos e até o tempo de seus colaboradores.

Vale lembrar que, independente do tamanho da sua empresa, montar um orçamento para os programas de treinamento permitirá a utilização correta dos recursos.

Sendo assim, começar um orçamento, ainda que para apenas uma área de sua empresa, já permite que você entenda como podem utilizar os recursos e otimize essa utilização. Essa é uma ação que evitará o desperdício e permitirá que a empresa trace planos de desenvolvimento e acompanhe a efetividade dos treinamentos aplicados.

Então, agora que você já entendeu o que é o orçamento para treinamento e a importância dele, vamos as dicas de como montar um?

1- Comece levantando as necessidades

Entender as necessidades de treinamento é o primeiro passo para montar um orçamento eficiente. Sendo assim, o setor de recursos humanos precisa escutar os profissionais e a liderança, para entender as reais demandas de cada setor.

Num segundo momento, é preciso entender o perfil dos colaboradores. Afinal, esse perfil é primordial no momento de escolher a modalidade de treinamentos. Só para exemplificar, algumas equipes demandam treinamento presencial e lúdico, enquanto outras se adaptam melhor aos programas de EAD.

Outro ponto importante é definir as prioridades de treinamento e os objetivos de curto, médio e longo prazo. Isso permitirá um acompanhamento efetivo de cada treinamento e avaliação de aproveitamento.

2- Crie um plano de treinamentos anual

Levantadas as necessidades, crie um plano anual de treinamentos. Para isso, defina quais treinamentos aplicarão ao longo do ano e desdobre isso em um cronograma mensal.

Esse plano de treinamento deve abranger os tipos de treinamento, constância e periodicidade, além de quais colaboradores ou equipe devem receber esses treinamentos.

Aqui, é importante que o RH tenha clareza sobre os prazos, principais objetivos e a cultura de aprendizado contínuo dentro da organização.

3- Estabeleça metas

Estabelecer metas permite o acompanhamento de cada programa de treinamento e até a mudança de planos, caso seja necessário.

Dessa forma, após o levantamento das necessidades e o mapeamento de perfil dos seus colaboradores, defina os objetivos de cada treinamento e estabeleça metas.

Assim será mais fácil acompanhar os resultados e caso seja necessário, mudar a rota sem grandes prejuízos. Para isso, olhar o cenário atual da empresa e entender onde a alta liderança espera chegar, permite que o planejamento esteja alinhado aos objetivos da organização.

4- Defina suas ferramentas

Para saber exatamente quanto de recursos financeiros precisará ser destinado a cada treinamento é importante que o setor de recursos humanos defina quais ferramentas serão utilizadas.

Além disso, é preciso definir também se serão contratados profissionais externos para ministrar os treinamentos. Em alguns casos, profissionais internos podem atuar como parceiros do RH e facilitadores nos programas de treinamento de novos colaboradores, por exemplo.

5 – Mapeie suas despesas

Apesar de considerar que os recursos destinados à treinamentos são investimentos, é preciso considerar e mapear cada um desses recursos.

Dessa forma, descreva com detalhes quais treinamentos serão ministrados, o custo de cada um deles, quantos colaboradores participarão, quais recursos serão necessários e o custo de cada um desses recursos.

6- Acompanhe seu orçamento

Tão importante quanto orçar os treinamentos é acompanhar esse orçamento. Portanto, esteja preparado para os imprevistos que podem acontecer.

É comum que ao aplicar um treinamento perceba-se baixa adesão dos colaboradores, ou, ao contrário disso, aumento da demanda. Sem falar da necessidade de adquirir novas ferramentas ou até de reaplicar alguns treinamentos.

No entanto, tudo isso pode ser mitigado através do acompanhamento.

Para isso, é importante avaliar os treinamentos ministrados, acompanhar os indicadores de produtividade e realizar feedback constante com a liderança e equipe.

Conclusão

Ter um planejamento é essencial para garantir o alcance de resultados. Em se tratando de realizar um orçamento para treinamentos não é diferente.

A falta de um planejamento nas ações de capacitação dos colaboradores pode colocar a empresa num cenário de estagnação com altos custos financeiros.

Dessa forma, fazer um orçamento de treinamentos e acompanhar os resultados, permite que o setor de recursos humanos atue de forma estratégica na capacitação de pessoas. E assim, otimize os resultados de sua equipe.

Além disso, o acompanhamento do orçamento para treinamentos permite investir corretamente os recursos financeiros e até amplie as oportunidades de cada colaborador.

No entanto, fazer um orçamento sem contar com o apoio da tecnologia, pode limitar a visão do RH e comprometer os resultados.

Sendo assim, a contratação de um software de RH é uma excelente oportunidade de acompanhar seu orçamento e otimizar o acompanhamento dos resultados de forma prática e assertiva.

Dessa forma, se você ainda não conhece a SER, não perca essa oportunidade. Com mais de 30 anos de experiência no desenvolvimento de soluções tecnológicas para gestão estratégica de pessoas, a SER tem todo o suporte que sua empresa precisa para desenvolvimento e acompanhamento do seu orçamento de treinamentos.

Entre em contato com nossa equipe agora mesmo e peça uma demonstração.

E se o que você precisa é estar por dentro de todas as novidades em gestão de pessoas, aproveite para assinar nossa Newsletter e receber toda semana, o melhor conteúdo para o seu RH.

Compartilhar este Artigo

Deixar um comentário

Ir ao Topo